Informativos

Notícias


Qualidade de vida para os pequenos asmáticos


O que não faltou a um grupo de
crianças e pais, na manhã do último sábado, foi muita diversão e
importantes informações sobre a asma. A oficina foi realizada no Viver Bem,
contou com a animação dos voluntários da Turma do Dr. Unimed e deixou um
gostinho de “quero mais” nos participantes.




O pneumologista pediátrico e
coordenador médico da linha de cuidados à asma do Viver Bem, Gerson Marino,
explicou para pais atentos, o que é asma; os sintomas; o que causa a
inflamação; além de destacar alguns mitos e verdades.




Marino também reforçou a
importância do trabalho realizado pela equipe multidisciplinar, que oferece um
suporte relevante para cerca de 1.000 famílias cadastradas no Programa de
Atenção à Asma Infantil (PVASMI).




“Os cuidados para garantia do
bem-estar são fundamentais para a manutenção de uma vida saudável. Para isso, é
essencial o suporte do médico assistente e dos demais profissionais de saúde
por meio do PVASMI, aliado ao apoio da família, com estímulo à atividade física
aeróbica e limpeza da casa”, destacou Gerson.




A enfermeira Andrelisy Carvalho
explicou a utilização correta do espaçador e deu dicas para a limpeza adequada,
ressaltando que ao finalizar o uso, face e lábios da criança devem ser limpos
com água.




Respirar brincando




Para finalizar a programação, as
crianças, juntamente com seus pais, se divertiram fazendo exercícios
respiratórios, orientados pela fisioterapeuta Priscilla Celeste Gomes.




A oficina envolveu os
participantes, com a finalidade de treinar a musculatura respiratória e, com
isso, trazer benefícios clínicos aos pacientes. Priscila também destacou as
posturas para respirar melhor, alongamentos e um importante tratamento
auxiliar, a lavagem nasal diária com solução salina.




Com o apoio da galerinha presente
no evento, a fisioterapeuta fechou a palestra com atividades lúdicas, como
bolinha de sabão e língua de sogra.




Juliana Ribeiro, que acompanha os
encontros junto com a filha Helena, elogiou o conteúdo e dinâmica da oficina.
“A troca de experiências proporcionada pelo programa é essencial para que o
tratamento seja eficaz. Hoje, tivemos a oportunidade de tirar dúvidas e receber
novas orientações, fundamentais para o bem-estar das crianças”.