Informativos

Notícias


Tabagismo: é possível parar



Unimed Vitória conta com Grupo de Apoio para as pessoas que desejam abandonar o cigarro

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), os resíduos do cigarro contêm mais de 7 mil substâncias tóxicas que prejudicam a saúde das pessoas e poluem o meio ambiente. Apesar de toda a informação disponível sobre os riscos do tabagismo, cessar o vício pode ser uma tarefa difícil. Por isso, hoje (29), Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, o Viver Bem reforça a importância de buscar redes de apoio para abandonar o cigarro e ter mais qualidade de vida.

A médica de Família e Comunidade, Paula Athayde Braga Machado, explica que as dificuldades em abandonar o fumo estão ligadas à dependência química e psicológica causada pela nicotina. “Para as pessoas que têm dificuldade de parar de fumar sozinhas existem métodos de auxílio. O tratamento não farmacológico consiste em terapia, exercícios de relaxamento e orientações. Caso não sejam suficientes, temos medicamentos que contribuem para a cessação do tabagismo como comprimidos e adesivos de uso diário. É importante a consulta médica para avaliar qual o melhor método para cada paciente”, destacou. 

Por meio do Grupo de Apoio ao Tabagista, desenvolvido pelo Viver Bem, a Unimed Vitória oferece apoio multiprofissional ao cliente que deseja parar de fumar. “Trata-se de um espaço para tirar as dúvidas, ter dicas sobre controle dos sintomas de abstinência e exercícios de relaxamento para controlar a ansiedade. Além disso, o momento de interação entre os participantes permite o compartilhamento de experiências, o que é muito importante para enfrentar obstáculos encontrados no caminho”, comenta a médica.

A assistência é realizada por meio de consulta médica, psicológica e nutricional. O grupo de apoio acontece uma vez por semana durante um mês, quando a psicóloga do Viver Bem orienta sobre estratégias para parar de fumar. Ficou interessado? Entre em contato com o Viver Bem e abandone de vez o cigarro (27 3134.7520).