Galeria


Caminhada Viver andarilhos Volta da ilha cultural


Transformar em arte a hist贸ria e a tradi莽茫o de um lugar 茅 caracter铆stica comum nos artistas que se identificam com a terra onde nascem e vivem. A jun莽茫o da criatividade, com o conhecimento e o amor por uma cidade, resultaram em belas obras, seja uma pintura, um poema, uma escultura ou uma can莽茫o.


Como n茫o somos artistas, nossa homenagem aos 559 anos de Vit贸ria foi marcar este ch茫o com nossas pegadas, caminhando por lugares que onde todos possam se lembrar de sua hist贸ria e sua riqueza.


Os andarilhos que se dispuseram a prestar esta homenagem se reuniram na Praia de Camburi as 6:30 h, para se deslocar at茅 o centro hist贸rico da cidade, caminhando pela orla.


脡 interessante a vis茫o que se tem de pra莽as, pr茅dios e outras edifica莽玫es quando os olhos se libertam Do cotidiano.

Sob esta 贸tica, o andarilho enxerga, sem exagero, a Ponte de Camburi, os barcos do Iate Clube como verdadeiras obras de arte.


Passar pelas pra莽as dos Namorados, Desejos e da Ci锚ncia, Curva da Jurema, o shopping, a Terceira Ponte, a bela enseada do Su谩 com seus modernos pr茅dios comerciais, caminhando lentamente 茅 uma experi锚ncia e tanto.

O clima agrad谩vel, com sensa莽茫o t茅rmica proporcionada por uma brisa constante e sob um sol forte, favoreceu a observa莽茫o na s贸 dos monumentos mas tamb茅m do mar e das embarca莽玫es.


Nas proximidades do Porto de Vit贸ria, fizemos a nossa parada t茅cnica para esperar os retardat谩rios e fazer a nossa tradicional pose ao lado de um dos mais belos cart玫es postais, o imponente Penedo.


A partir deste ponto sa铆mos da Beira Mar diminuindo o ritmo para conhecer as maravilhas de um passado de gl贸rias de nosso centro Hist贸rico.


Agora ser铆amos turistas em nossa pr贸pria cidade, atrav茅s do Projeto Visitar.


O Projeto Visitar, da Secretaria de Turismo, foi criado em 2006 pela Prefeitura Municipal de Vit贸ria e executado em parceria com o Instituto Goia, como parte de uma pol铆tica p煤blica para revitaliza莽茫o do centro da cidade.

A cria莽茫o de roteiros tur铆sticos, o monitoramento nos monumentos, o envolvimento da comunidade, a preserva莽茫o da mem贸ria, as pesquisas e a difus茫o cultural, fazem parte das diversas atividades deste projeto e prop玫em-se a resgatar os caminhos da hist贸ria.

O objetivo maior do Projeto Visitar 茅 promover e consolidar o Centro Hist贸rico de Vit贸ria como destino tur铆stico. Para isso transforma a visita莽茫o ao patrim么nio e o incentivo 脿 cultura das comunidades locais em uma oportunidade de levar os moradores e turistas a conhecer os s铆mbolos e bens que os povos constru铆ram ao longo dos tempos.


Na Pra莽a Costa Pereira os guias j谩 estavam a postos para nos ajudar na fant谩stica caminhada pela hist贸ria da cidade.


Demonstrando conhecimento do tema, sem se apegar aos clich锚s t茫o comuns em locais de turismo intenso, deram explica莽玫es detalhadas sobre a hist贸ria da Pra莽a, o Theatro Carlos Gomes, da sede o 脕lvares Cabral e dos costumes da d茅cada de 20, antes de entrarmos no Teatro.


No teatro fomos recebidos por uma monitora que detalhou toda a hist贸ria, os detalhes construtivos e os per铆odos e gl贸ria e abandono pelos quais passou este monumento.


Nos monumentos seguintes, sempre havia um monitor muito bem preparado para narrar todos os detalhes e suas caracter铆sticas.

Estivemos na Igreja do Ros谩rio, Igreja do Carmo, Capela Santa Luzia, Convento S茫o Francisco, Catedral Metropolitana.


Saindo da Catedral, fomos para a pra莽a em frente ao Pal谩cio Anchieta, ocasi茫o em que as guias nos contaram diversos casos e curiosidades do local.


Como nem tudo s茫o flores, 茅 digno de nota o estado atual de abandono em que se encontra a antiga sede da Assembl茅ia Legislativa, que abrigar谩 no futuro a Biblioteca Municipal. Caso esta restaura莽茫o n茫o venha logo, o futuro deste monumento estar谩 seriamente amea莽ado.


A caminhada oficial foi encerrada com uma foto nas escadarias de aceso ao Pal谩cio.


E para comemorar uma caminhada t茫o boa como esta, visitamos mais um monumento o Cal莽ad茫o da rua Sete de Setembro, onde cantamos o tradicional Parab茅ns pra Voc锚 a nossa cidade, acompanhado de muita prosa e cerveja gelada.


N茫o posso encerar sem deixar de agradecer a Secretaria de Turismo de Vit贸ria por sua colabora莽茫o ao disponibilizar guias com alto n铆vel de conhecimento t茅cnico e simpatia.


Sei que o amor por uma cidade 鈥 aquela em que se nasceu ou em que se criou 茅 algo complexo, por茅m caminhar pela sua hist贸ria foi a maneira mais simples que achamos para extern谩-lo.


Grande abra莽o a todos e at茅 o Pico da Bandeira nos dias 18 e 19 de Setembro


Ant么nio Falc茫o de Almeida