Galeria


Caminhada Viver Andarilhos Guaçui


Participe do Grupo Viver Andarilhos Guaçui - Nosso site www.andarilhos.org e os telefones de contato são: Antônio(9227-3539), Josi(9973-8684) ou Messias (9994-0026).


A cada dia que passa aumenta a minha convicção de que as caminhadas se apresentam como excelente oportunidade de se vivenciar uma grande confraternização.


Elas são um marco permanente, acontecem em intervalos de tempo regulares, em lugares diferentes e com renovação das pessoas, que aparecem sempre em maior número.


Este é em suma o propósito de um esporte e se faz mais verdadeiro ainda quando se pensa nas caminhadas do Grupo Andarilhos.


Digo isto para descrever o nosso evento em Guaçui no último dia 25 de Abril.


Por se tratar de uma localidade distante de Vitória, o grupo se deslocou para lá na véspera. Tivemos a participação de 45 pessoas que distribuídas em Vans e veículos particulares invadiram a bela e pacata Guaçuí no início da noite, hospedando-se todos no mesmo hotel, como uma grande família que retorna a sua casa.


Neste ambiente acolhedor fomos recebidos pelo Rubinho, Secretário de Cultura, Turismo e Esportes e toda sua equipe, que somado ao carinho e profissionalismo do Junior, Ricardo e Julia no hotel Minas Gerais nos fez sentir mais em casa do que já estávamos.


Logo após todos se acomodarem, começou a grande festa num bar próximo ao hotel, animada pelo José Antônio Cantarilho. Com pouco tempo de cantoria era possível ver a integração dos andarilhos com a população local que se preparava para um Baile Cafona. Foram momentos de pura diversão com diversas poses para fotos ao lado de pessoas vestidas a caráter para o bailão.


Bem, como fomos lá para caminhar, a maioria se recolheu cedo, pois teríamos pouco tempo para caminhar e retornar a Vitória.


O domingo amanheceu com temperatura agradável e as seis e meia todos já estavam na praça em frente a Prefeitura. Para nossa surpresa muitas pessoas de Guaçuí se juntaram a nós, reforçando o contingente dos andarilhos e colorindo a praça com o verde de nossas camisetas.


A nossa tradicional festa antes da partida, com fotos, agradecimentos e boas vindas aos novatos aconteceu sob o olhar atento de quem passava por ali.


O roteiro incluiu um trecho de 2,5 km no perímetro urbano, e nesta parte, fomos escoltados pela Polícia Militar. Ao entrarmos na zona rural, a escolta passou a ser feita por uma ambulância e dois veículos de apoio com água e frutas, gentilmente cedidos pela prefeitura municipal. Nestas condições Abmael que comemorava mais um ano de vida e Roberto tiveram um dia de descanso.


Com a segurança garantida e um trajeto devidamente sinalizado na véspera por Josi e Eugênia , os andarilhos tiveram condições de curtir as belezas do caminho. A região, infelizmente está muito desmatada, porém como o volume de chuvas ajudou muito, a vegetação no entorno apresenta um verde exuberante, que num dia claro e de muito sol, realçou bastante o cenário montanhoso.


Com poucas subidas e descidas, pudemos curtir o visual das fazendas de café e a água abundante que margeia o caminho, sempre próximo ao Rio Veado que atravessa a cidade e estava com águas muito limpas com uma leve coloração verde.


O cenário fica mais interessante a partir do oitavo quilômetro, onde temos mais vegetação e a estrada chega a ser quase uma trilha. É possível ver muitas quedas dágua com destaque para a Cachoeira do Carlito e do Buracão, uma jóia da natureza que apesar de próxima ao caminho é de difícil acesso.


Apesar do dia ser de sol, nesta época do ano não aumenta o grau de dificuldade, confirmando o acerto da data escolhida para o evento. E o sistema de apoio também ajudou bastante.


A chegada a Cachoeira do Barulho é incrível, pois a mesma é acessível por uma grande descida e como fica meio escondida é maravilhoso ver todo aquele conjunto de águas revoltas, pedras e remansos surgindo de repente. As águas frias foram o bálsamo que a Mãe natureza receitou para os andarilhos recuperarem as forças após cumprir os 20 km de caminhada.


Com as energias em dia, tivemos mais um esforço para retornar a estrada, onde um ônibus do município nos conduziria de volta a Guaçui para o almoço.


Ao lado do ônibus e de forma bastante descontraída o secretário Rubinho fez um agradecimento pela passagem de nossa turma pela cidade e nós pela amável acolhida. De volta a Guaçui, um almoço rápido, o acerto das contas no hotel e voltamos para Vitória, não sem antes cantar um animado Parabéns para Você ao nosso querido Abmael.


Na seção “Agradecimentos” quero citar nominalmente Rubinho(Secretário de Cultura, Turismo e Esportes), o Jorge Amiti(Superintendente de Turismo), a Cristina Gorini(Superintendente de Cultura) ao João Batista da Secretaria de Meio Ambiente ao Caio da Superintendência de Turismo a Isabel da Superintendência de Cultura e ao Amilton e Renato e demais motoristas. Pelo grupo não posso deixar o agradecimento especial a Josi pela escolha do roteiro e pelo empenho na organização, que resultou numa caminhada perfeita.


De minha parte, quero dividir com vocês a minha alegria de estar entre pessoas amigas em mais este fim de semana, pegando emprestado as palavras de Mário de Andrade : “Quero caminhar ao lado de pessoas e coisas de verdade. O essencial é que faz a vida valer a pena. Para mim, basta o essencial.”


Grande abraço a todos e até o dia 16 de maio no Vale do batatal.