Informativos

Canal Mulher


Ginástica para melhorar a vida sexual e a saúde da mulher

 

É quase uma obrigação da mulher moderna encontrar tempo para colocar o corpo em movimento. Mas existe um outro tipo de “exercício”, conhecido como “ginástica íntima”, que ainda têm um número menor de adeptas, mas não é menos importante quando se pensa na qualidade de vida da mulher.

 

Trata-se do Pompoarismo, uma técnica milenar que prevê exercícios para fortalecer os músculos vaginais, trazendo benefícios para a vida sexual e para a saúde feminina.

 

Segundo Maria Angélica Cardoso Belonia, médica que faz parte da equipe do Viver Unimed, algumas linhas de atuação do Viver Unimed incluem oficinas que ensinam às participantes técnicas como o Pompoarismo e os exercícios de Kegel.

 

“Os músculos do assoalho pélvico, que sustentam o útero, a bexiga, o reto e o intestino delgado, foram alvo de estudo do médico Arnold Kegel, em 1948. Ele desenvolveu exercícios para prevenir a incontinência urinária e fecal, além de outros problemas do assoalho pélvico, melhorando, ainda, a vida sexual da mulher. Ensinamos a técnica para que as mulheres possam praticar em casa. São exercícios simples, mas eficazes”, explica.

 

Pratique você também:


- Para começar
Para começar, é preciso saber onde ficam seus músculos pélvicos. O jeito mais comum é interromper o fluxo de urina por alguns instantes. Desta forma, contrai-se os músculos pélvicos e você adquire mais consciência de onde eles estão. Vale lembrar que, se você sofre de qualquer condição de saúde que lhe impeça de fazer os exercícios Kegel com segurança, é essencial consultar um médico antes de decidir a fazê-los.


- Cuidado
O ato de interromper a urina no meio do processo é apenas para descobrir onde ficam os músculos pélvicos. Não faça dessa prática uma constante. Caso contrário, o efeito será o oposto: seus músculos da região vão acabar enfraquecendo.


- Bexiga
É essencial estar com a bexiga vazia antes de começar os exercícios Kegel. Além de poder causar dor e eventuais vazamentos, fazer os exercícios com a bexiga cheia podem causar infecções no canal urinário.


- Músculos e respiração
Concentre-se para apertar somente os músculos do assoalho pélvico. Na tentativa de contrair os músculos pélvicos, é comum confundir-se e acabar contraindo o bumbum, coxas ou o abdômen. Evite prender a respiração durante as contrações a fim de tirar o máximo proveito possível dos exercícios.


- Truque
Um truque que ajuda a relaxar é colocar uma das mãos sobre a barriga para garantir que a mesma fique relaxada. Caso sinta um pouco de dor na barriga ou nas costas, isso é sinal de que você não está fazendo os exercícios corretamente.


- Posição confortável
Procure ficar em uma posição confortável. Os exercícios podem ser feitos enquanto se está sentada ou deitada no chão. É importante manter os músculos da barriga e bumbum relaxados. Se decidir fazer os exercícios deitada, relaxe o pescoço e mantenha a cabeça no chão e os braços ao lado do corpo, com as pernas flexionadas.


- O exercício
- Contraia seus músculos pélvicos por cinco segundos. Caso tenha dificuldade em manter os músculos contraídos por esse tempo, comece com dois ou três segundos.

- Relaxe seus músculos por 10 segundos. Entre uma série e outra de contrações, deixe os músculos descansarem por 10 segundos.
- Repita este exercício 10 vezes. Contraia por cinco segundos, descanse por 10 e contraia por mais cinco segundos novamente. Repita esse ciclo por 10 vezes. Faça no máximo entre três e quatro repetições desse ciclo de 10 contrações e descansos
- Tenha como meta conseguir manter os músculos contraídos por 10 segundos. A cada semana de prática, aumente um ou dois segundos. Assim que alcançar os 10 segundos de contração contínua, mantenha esse tempo com no máximo três a quatro repetições de contrações de 10 segundos mais o descanso de 10 segundos entre uma série e outra.
- Pratique os exercícios três a quatro vezes por dia. Para melhores resultados, procure incorporar os exercícios na sua rotina. Afinal, eles são rápidos e ninguém vai perceber o que você está fazendo. Faça uma série de manhã, uma à tarde e outra à noite.
- Encaixe as séries de Kegels na correria do seu dia-a-dia. A melhor vantagem desses exercícios é que eles podem ser feitos em qualquer hora ou lugar sem que ninguém repare. Enquanto você está sentada na frente do computador no escritório, almoçando com as amigas ou enquanto relaxa no sofá depois de um dia cheio. No começo pode até ser importante deitar e aprender a concentrar-se para trabalhar os músculos do assoalho pélvico isoladamente, mas uma vez que você pega o jeitinho.
- Experimente fazer os exercícios junto com outra rotina, como por exemplo, toda vez que você confere a caixa de entrada do seu email ou escova os dentes.